sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Contos Bisexual

Com casal bi no swing


Boa tarde, faz mais de 1 ano que acompanho os relatos, contos, do site, enfim vou começar a relatar alguns que eu tive e estou tendo. Meu nome é Guilherme, sou do Rio grande do sul, tenho 22 anos, faço academia a 3 anos, tenho como sarado, e trabalho como promotor de eventos/festas e algumas coisas por fora, isso desde os 17 anos estou envolvido nesse ramo que trabalho. Me considero Bi, porem com homens e trans sou apenas ativo. Vou contar o que me aconteceu a um ano atrás, quando fui em uma casa de swing aqui no sul.
Bom era numa quarta feira, estava em casa de noite, e uma amiga que tenho queria conhecer uma casa de swing, e perguntou se eu conhecia eu disse que sim, ela se interessou e pediu que eu há levasse, marcamos de ir no sábado as 23:00 horas eu pegaria ela na casa dela de carro e nós iriamos até a casa de swing. Chegou sábado, perto das 22:30 sai de casa, liguei para ela, e ela já estava pronta e me esperando, peguei ela em casa, e fomos para a casa de swing, chegando lá entramos já tinha bastante gente, uns bebendo, outros já fazendo alguns arretos e alguns quartos escuros ocupados e também as cabine de gloryhole rolando solto, minha amiga ficou um pouco assustada, pela putaria que estava, eu disse há ela que era normal, e que ficasse tranquila. Sentamos em uma mesa perto do palco, ela queria ver os go go boys, pedimos algo para beber, enquanto isso ela foi se soltando, e começamos a nos beijar, nisso um casal bem aparentado, uma mulher linda de 35 a 40 anos, bem vestida, loira e linda com um rapaz de uns 25 a 30 anos, por incrivel que parece o cara estava de terno, mas ele estavam bem avontade, se beijando e ele chupando os peitos dela, porém ela me comia com os olhos, nisso eu beijando minha amiga. Esse casal levantou do sofá onde estavam, e vieram em minha direção e deixaram na minha mesa um bilhete, peguei e li esse bilhete e dizia para mim ir até um dos quartos escuros, os quartos dessa casa de swing são marcados, e no bilhete dizia: Quarto 02. Bom perguntei se a minha amiga queria ir, ela disse para mim que não, que ela queria era um dos go go boys, então deixei ela lá se divertindo e fui para o quarto ver no que dava. Chegando lá o casal já estava nos arretos, ela chupando o pau do cara, divia ter uns 17cm não muito grosso, e ela sem roupa e ele há masturbando, cheguei perto do casal, a moça com a bunda empinada para a porta, cheguei perto cada vez mais, nisso me ajoelhei e disse:
- Será que posso?!
Ele respondeu: - Claro!!! Toda sua... Nisso fui chupando aquela xota bem apertadinha pela idade, e bem carnuda, ela gemia enquanto chupava o pau de seu namorado, e sua xota foi cada vez mais ficando meladinha, depois de um tempo ela para de chupar seu namorado, e pergunta para ele:
- Posso chupar ele amorzinho?
Ele respondeu: - Você não queria?! Ficarei com ciumes como sempre, mas adoro realizar o que vc deseja!!!
Nisso ela se vira e vai tirando minha calça, nisso eu já estava sem camiseta, e ela beijando meu abdome, foi descendo, e tira meu pau pra fora da cueca (tenho um pau de 20/8), nisso ela olha para mim e diz:
- Que pica grossa e grande, muito cheirosa e quente, disso que eu tava precisando amorzinho!!!
O cara apenas olhando, chupava a xota dela, mas eu vi que aquele namorado dela era um pouco viado, pois ele me comia com os olhos. Depois de ela chupar com gana e vontade minha pica, resolvi pegar ela no colo, me sentei no sofá, botei a camisinha, e fiz ela sentar na minha rola, ela sentava com graça, com vontade, uma rebolado gostoso demais, tinha o dom mesmo, e nisso ela ao mesmo tempo chupava o pau de seu namorado que estava ao lado. Assim fomos mudando de posição, ela pediu para o namorado dela comer ela de 4 que ela queria chupar mais ainda minha rola, assim foi feito, peguei ela pelos cabelos e fazia engolir quase toda minha rola, ela babava deixava toda molhada, e cada vez mais o namorado dela me olhava estranhamente, e eu na minha, ela pediu para que nós 2 fudesse ela, e pediu para eu enfiar em seu cu, o namorado dela disse: - Ele vai ti deixar toda dolorida, olha a grossura disso... Ela respondeu: - Eu quero sentir primeiro porque eu sei que vc ta louco por essa hola querido... Nisso aquilo que eu já esperava se confirmou, o cara era bi, nisso enquanto eu enfiava nela de frango assado, bem no cuzinho delicioso e quente, ela gemia alto, gritava, ela ao mesmo tempo masturbava seu namorado que gozou na sua boca, depois de tempo fudendo aquele cu delicioso, ela disse que queria meu leitinho, porém eu disse: - Não quero gozar, ele não quer experimentar essa pica? ... ela disse: - Hum tu também é um safado, bi gostoso delicioso... Nisso ela sentou no outro sofa e disse que queria assistir eu fudendo o namoradinho dela bem gostoso, eu disse que seu desejo era uma ordem. Nisso o cara caiu de boca na minha rola, chupando até melhor que ela, tentava engolir todo meu pau, nisso bati na cara dele e fiz ele pedir rola, nisso ele disse: - Vem fode meu rabo gostoso, como tu fudeu minha mulher!!! Quero ser puta hoje... Eu botei ele de quatro no sofá, e meti bem devagar, ele sentia gostoso, tranvaca sua respiração e dava gemidos altos, ficamos um bom tempo metendo, ele vira e pedi com uma cara de putinho viado: - Deixa eu sentar gostoso vai nessa rola grossa... Sentei no sofá e ele veio por cima de costas para mim, gemia alto, falando: - Vai moreno sarado, gostoso, fode esse cu!!! Nisso a mulher dele se masturbava e gozava de tesão apenas olhando, ela se aproximou e mandou ele chupar a xota dela e dizia: - Isso putinho, adoro ti ver sofrer numa rola... E eu pedi para que ela viesse e botasse a xota dela na minha boca queria chupar... Depois de um tempo, eu disse que iria gozar, e então os 2 ficaram de joelhos esperando enquanto eu gozava, gozei gostoso e eles limparam meu cacete todinho, agradeci pela foda, e trocamos contatos naquela noite, voltei para o outro ambiente onde estava minha amiga, e disseram que ela estava na cabina de gloryhole, cheguei lá, ela estava na cabine com 3 paus no buraco chupando cada um... Nisso peguei e fui para o bar beber e esperar ela... Noite muito boa.
terça-feira, 30 de julho de 2013

Contos de Crossdresser


Virei Namorada por Acaso



Meu nome é Rodrigo tenho 28 anos e desde criança o mundo feminino, principalmente roupas e maquiagens me chama a atenção.

Quando criança sempre que tinha oportunidade experimentava as roupas de minha que ficavam no banheiro para lavar. Aos 23 anos quando fui morar sozinho comecei a ter minha própria coleção mas isso sempre foi um fantasia reprimida que nunca havia sido revelada a ninguém até esse dia.

Eu e mais alguns amigos sempre saímos juntos nos finais de semana, e nesse dia no final da noite um deles, Paulo, o meu amigo mais próximo com quem estava de carona me convidou para passar em sua casa e tomar mais algumas cervejas. Aceitei. Chegando lá começamos a conversar normalmente, já consideravelmente bêbados. Paulo que apesar de ser um cara bonito e com um corpo em forma estava sem namorada a alguns meses e depois de várias cervejas e muito papo resolveu começar a brincar. 

- Bem que você podia tocar uma punhetinha para mim, ser minha namoradinha. Faz tempo que não como ninguém e uma mão diferente seria uma boa.

Levei na brincadeira e não dei bola. O problema é que ele ficava insistindo na mesma coisa de tempos em tempos e ficava massageando o pau por cima da calça na minha frente. Até que resolvi entrar na brincadeira e provocar. - Assim direto não dá! Tem que fazer um carinhos, dar uns beijos que eu faço. Inacreditavelmente ele (acho que meio sem noção pela bebida) veio em minha direção e me tirou para dançar (continuei levando na brincadeira), e começou a acariciar minha bunda e logo segurou minha nuca e me beijou. Meio sem reação, assustado, nunca havia tido contato com homem antes (nem ele), retribuí o beijo. Foi um beijo de uns 30 segundos, com vontade, bem molhado.

Paulo sem falar nada pega a minha mão e a conduz ao seu pau e eu começo a acariciar por cima da calça, ele então vai ao sofá, tira a roupa ficando só de cueca pede para eu tocar uma para ele. me ajoelho no chão tirou o pau para fora (um belo pau, estava meia bomba mas duro deve ter uns 17 cm, grosso e cabeçudo) e ficou uns minutos punhetando até que não resisto e ponho a boca. Meu amigo vai a loucura e começa a gemer forte fica falando que está uma delicia que minha boquinha e macia.

Não demorou muito e ele começou a gozar na minha boca, engoli o que deu, mas era tanto que um pouco acabou escorrendo pelo seu pau. Ficou um clima estranho depois disso como se estivéssemos arrependidos e levantei para ir ao banheiro lavar meu rosto. Quando voltei ele estava vestido e falei que ia embora.

No dia seguinte, passado o efeito do álcool não acreditava no que tinha acontecido e tentava esquecer. Fiquei alguns dias sem falar com meus amigos, procurando me afastar, com medo que Paulo tenha dito alguma coisa. Na sexta-feira seguinte pela manhã recebo um email dele agradecendo por ter sido a namorada dele aquele dia e dizendo que havia recebido a melhor chupeta de sua vida. Dizia ainda que queria curtir um final de semana com a "namorada" em casa e estava me convidando para passar o final de semana na casa dele. Achei que ele estava me sacaneando e liguei para ele. Paulo foi extremamente carinhoso comigo ao telefone, não parecia meu amigo falando comigo, mas sim com uma mulher que ele quer comer mesmo. Aceitei o convite. Resolvi que seria a minha oportunidade de ouro para ser a Camila (nome que uso quando estou montada) e fui para casa dele com várias roupas do armário da Camila.

Chegando lá Paulo me abraça e me dá um selinho para quebrar o clima. Falei que já que ele queria uma namorada no final de semana que faria uma surpresa para ele, e fui ao banheiro.

Comecei a dar vida a Camila, coloquei uma calcinha de rendinha preta fio dental, cinta liga, meias finas, um par de próteses de silicone para mastectomia em baixo do bojo do sutiã (deixam o visual lindo) e uma blusinha fechadinha. Uma sandália salto alto, peruca longa e um pouco de maquiagem. Ao sair do banheiro Paulo ficou boquiaberto, apenas disse:

- Caralho! É você mesmo Rodrigo? Respondi: Não Paulo sou a Camila, muito prazer! Paulo ficava repetindo... que gostosa.... e veio ao meu encontro.

Logo estávamos na cama nos beijando como casal recém formado e apaixonado. Não demorou para estar com o pau de Paulo na minha boca novamente, dessa vez com ambos sóbrios.

Paulo ficava falando: - Vai minha Camilinha, chupa o pau do seu macho, do seu amor, vai minha putinha gostosa. Tesão de boquinha! Aquilo me dava muito tesão e tomei a iniciativa de parar de chupar e entre alguns beijos sussurrar no ouvido dele. - Come minha bundinha amor? O olho dele brilhou! Me tascou um beijão e disse: - Claro linda! Me deitei de costas na cama e deixei eu fazer o resto. Beijos minha bunda meu anelzinho e começou e colocar um dedo, dois dedos e logo senti ele se posicionar sobre meu corpo. A sensação da cabeça do pau dele tocando a entrada do meu cu é inesquecível! A dor de quando ele forçou tudo para dentro também! Confesso que ele não foi muito carinhoso no início, mas após meus pedidos ele se acalmou.

Estava em transe com seu pau dentro de mim, ele bombando devagar, eu gemendo baixinho e ele beijando minha nuca. Após alguns minutos ele acelerou me comeu forte, sabia que ele estava para gozar e não deu outra, sinti o pau dele pulsar forte no meu cu e não resisti e acabei gozando junto. Paulo desfaleceu sobre mim, me beijou carinhoso e disse: Te amo Camila!

Apesar de ser óbvio que era efeito do climax, aquilo me deixo muito feliz como mulher, saber que tinha realizado meu macho. Tomamos banhos juntos, coloquei uma camisolinha e fomos dormir

No dia seguinte ele me trouxe café na cama e retribuí com uma bela chupeta. Fiquei o final de semana inteiro montada para ele, ele sempre me tratando como Camila e como sua namorada.

No domingo a noite enquanto ele tomava banho me troquei e fui embora. Essa rotina se repetiu em alguns finais de semana durante uns 3 meses até que Paulo começou a namorar uma mulher novamente e não nos encontramos mais como casal, mas nossa amizade continua e ele sempre brinca comigo. Manda um beijo pra Camila que eu não esqueci dela não hein!!!!

Conto de crossdresser





Virei Putinha de dois. Já fazia uns 20 dias que avia transado com meu gatinho quando na ultima sexta-feira ele me chamou no MSN que queria sair comigo naquela noite, pois nós falávamos todos os dias, mas como sou discreto e por ele estudar não tínhamos mais conseguindo ficar junto são falei Ra ele que não poderia ir de Lange ri naquele dia ele falou que não tinha problema sai do trabalho com todo tesão cheguei em casa tomei um banho me depilei todinha e fui pra casa dele chegando La ele estava socinho me mandou entrar fomos direto pro quarto onde me entregou uma sacola onde tinha tudo que eu queria uma cinta liga uma meia um corpete e uma minúscula calcinha fio dental e uma peruca loira e estojo de maquiagem Meu gatinho me pediu pra me transformar na putinha dele vesti todinho ele me ajudou fiquei linda ele me falou que eu seria a Kelly ai fomos pra sala eu desfilando pra ele sentado no sofá comecei a chupar ele ficando com a bunda empinada pro lado da porta o som estava alto nem percebemos quando o amigo do meu gato entra na porta e nós pega no flagra ele só fala vai ter festinha e nem me convidam eu quase desmaio meu gato não sabe o que dizer, mas pede pro seu amigo não comentar com ninguém e eu Tb implora pra ele, mas ai ele fala que tudo bem, mas que quer participar meu gato achei que ficou com ciúmes mas eu vendo que seria a melhor alternativa falei que seria ótimo e pisquei pro meu gato ai ele já foi chegando passando a mão em mim me elogiando que tinha um corpo melhor do que muitas mulheres fui pro quarto eu com os dois comecei a chupar nosso amigo e meu gato começou a passa a mão na minha bunda e passando a língua chegando ate meu cuzinho e eu com o pau do amigo todo na minha boca tirava só pra gemer na língua do meu gato mas queria sentir algo dentro pedi pro meu gato vir pra frente queria chupar os dois juntos medi os dois pau na boca tirava e metia um depois o outro nosso amigo falou pro meu gato nossa vc arrumou uma putinha de verdade pra mim ter certeza que ele não iria sair falando fiz ele chupar meu pau Tb e do meu gato mas queria sentir ele dentro de mim ai ele chupou meu cuzinho puxou minha calcinha de lado pediu pro meu gato se ele poderia ser o primeiro já que teria que sair logo meu gato concordou ai ele colocou o pau na entrada do meu cuzinho senti ele forçar a entrada pedi pra ele passar mais óleo com ele bem lubrificado senti ir entrando e eu chupando meu gato com o pau todo dentro comecei a rebolar como uma vadia sentindo que vai gozar ele para e tira ai fala que e a vez do meu gato com o cuzinho já aberto sinto ele entrar todinho e começo a rebolar nosso amigo vem para eu chupar mas peso a ele pra vir por baixo de mim pra ele me chupar Tb meu gato mete com força sinto suas bolas bater na minha bunda mais uma vez o amigo pede pra mudarmos de posição pede pro meu gato sentar e eu sentar de costas para ele sento no pau do meu gato ai o amigo fala vamos arregaçar esta vadia vamos meter dois pau nela meu gato viu que fiquei assustada e fala que não mas ele insiste que iria falar pra todo mundo vendo que não teria outro jeito falei que tudo bem mas que seria do meu jeito mandei ele deitar e sentei no pau dele ai pedi pro meu gato vir pois sabia que ele seria muito mais carinhoso do que o amigo já estava com meu cuzinho bem lubrificado com o pau do amigo todo dentro ergui o que eu podia as perna ai meu gato encostou o pau dele forçou mas não entro tentou de novo senti a cabeça coloquei a mão no seu peito e ia controlando a entrada já tinha entrado a metade comecei a rebolar pedi mais óleo ai entrou tudo me sentia realizada erra o maior tesão sentir dois pau dentro de mim o amigo so me chamava de puta gostosa que nunca tinha comigo um cuzinho tão gostos falou que queria gozar me fodendo de 4 fiquei de 4 ele veio e socou tudo com força eu chupando meu gato senti quando ele socou e me segurou senti ele gozar rebolei mais ainda pra ele ficar mais loco gozou urrando pois sabia que depois dele gozar iria deixar eu e meu gato sozinho pra nos curtirmos o resto da noite,assim que ele saiu me gato me pediu desculpa falei que tudo bem que tinha gostado ele sorriu e me fez carinho no rosto e disse agora vc será só minha ergueu minha perna fiquei de frango assado lubrificou bem a entrada e começou a meter delicia sentir seu pau entrando bem devagar sentia tudo La dentro seu saco batendo na minha bunda ai ele começou a bom bar com mais força anunciando que iria gozar apertei o Maximo meu cuzinho fazendo meu gato ir ao delírio senti ele despejando seu Nec ta dentro de mim.Tomamos banho juntos foi o dia que fiquei mais de 3 horas sendo vadia de dois homens maravilhosos.

sexta-feira, 28 de junho de 2013

Contos Bisexual

Sou macho… mas….

Um dia fui tomar umas na casa de Daniel, amigo de trabalho.. tinhas varias pessoas, comecei a ficar travado, mas consciente, todos saíram e ficamos só nós dois.
De repente Daniel começou a me cantar, disse que tinha o maior tesão na minha bunda, eu disse-lhe: se liga cara, sou macho, mas ele me respondeu: é de cu de macho que gosto mesmo!
De repente ele ficou só de cueca e começou a alisar o pau, que pau, uns 22cm, moreno cabeçao, ele dizia, tu queres eu sei que queres, eu dizia to fora, vou embora, quando fui ate a porta ele me pegou por traz e pinou em mim.
Senti aquele pauzao roçar na minha bunda, tremi todo, ele começou a me alisar, dizendo, que bundinha gostosa, eu já em delírio, ele pegou ma minha mão e pôs no pau dele, não resistir, me virei ajoelhei, lentamente comecei a pegar no pau dele, quando pus pra fora, cara que sensação, duro pra caramba, ele disse…
Sabia que gostava…cai de boca, comecei a chupar muito, só cabia a metade na minha boca, foi quando ele me pôs de 4 no sofá, e disse, que cuzinho lindo, eu disse não vou aguentar…
Ele pegou um creme e lubrificou, quando senti aquele pau encostar no me cuzinnho, não aguente e gozei, ele foi enfiando, que dor, senti a cabeça entrar, ele dizia, que cu gostoso, e gemia muito, quando senti o pau entrando, doía pra caramba.
Ele meteu com força, quase desmaio, senti os ovos dele na minha bunda, entrou tudo, ele deu umas três socada, e disse, vou gozar, quero sua boca, cara, que jorrada, senti a gala dele na minha língua rosto tudo, deus uns 100ml de gala….ele suspirou e disse, nunca tinha comido um cuzinho tao gostoso.
Foi minha 1primeira e única vez, todo fim de semana ele diz, quero de novo, eu digo nunca mais… ele sorri e diz, depois de umas 4 gelada você me dá que eu sei… amanha 01.08 vou liberar de novo pra ele… não resisto…

Contos Gays

A chantagem

Tenho 21 anos, e desde criança sempre gostei de usar calcinha. Mas esses dias aconteceu o que sempre sonhei, dei o cuzinho pela primeira vez.
Minha irmã arrumou um novo namorado, e ele foi na minha casa pra comer minha irmã, isso acontecia quase todos os dias, mas neste dia foi diferente.
Minha irmã veio falar comigo meio desconfiada e sem jeito, ela pediu pra que eu ficasse em casa aquele dia, pois o namorado dela ia lá e tinha que levar o irmão, pois ele tava dando problemas pra família e todo mundo queria que o namorado dela vigiasse ele.
A principio eu achei meio foda, mas depois que ela me disse que o problema era que ele tinha assumido ser gay eu até me animei. O cara chegou lá bem sossegado, moreno, altura média, cabelo jogadinho no rosto, camiseta gola V e um corpo sarado.
Ele me olhou com cara de poucos amigos mas ficamos conversando enquanto minha irmã e meu cunhado saíram de carro. Meio sem assunto chamei ele para jogar um futebol no Play station, papo vai papo vem, ele disse que ia no banheiro e perguntou se eu queria chacoalhar pra ele.
Foi o suficiente, me agachei ali mesmo e abri o ziper dele, ele pôs o pau pra fora, era de um tamanho normal, lisinho sem nenhum fio de cabelo, lambi as bolas dele e enquanto chupava ia colocando o meu dedo no cuzinho dele, ele gemia, fomos para o quarto, ele tirou a calça, usava uma cueca que atrás era fio dental, que bundinha linda e lisinha, coloquei meu caralho no cuzinho, confesso que entrou fácil, mas quando foi a minha vez eu sofri, era a minha primeira vez, já tinha chupado o time de futebol inteiro e até tinha tocado uma pra passar de ano, mas era a primeira vez que sentava em uma piroca.
Ele deu uma cuspida e meteu com força, senti que saiu sangue mas o pau dele massageava minha próstata e me fazia gemer, que tesão, que maravilha, minha primeira piroca.
Logo ele gozou, fiquei lá sentado de lado enquanto ele tomava uma ducha.
Quando minha irmã chegou estavamos jogando uma partida como se nada tivesse acontecido, ela só me perguntou porque eu estava sentado em uma almofada.
Começamos a rir e ninguém entendeu nada.
Meu cuzinho nunca mais foi o mesmo, agora toda sexta feira ele ganha rola…

Search

Carregando...

Seguidores

Sobre!

Minha foto
Meu nome é Adriana Kelly, tenho 34 anos, sou uma Crossdresser brasileira,adoro me mostrar vestida de mulher. vou falar de mim, dos meus gostos, mostrar minhas fotos, contar minhas histórias. Entre 4 paredes sou muito feminina e delicada, adoro me exibir e tirar fotos.Atendendo a Domicilio e Hotel homens e casais e mulheres Ativas que buscam algo novo e realizando suas fantasias, Deixe seu Recado com telefone e Email com foto que retornarei. cdzinhadriana@gmail.com